As terapias de reorganização e readaptação respiratoria (TR3) foram desenvolvidas com bases fisiológicas em terapias de pressurização controlada de vias áreas superiores, para fortalecimento de musculatura intrínseca desde musculaturas respiratórias como abdominal e diafragma a melhora da qualidade da liberação de volume pulmonar, proporcionando relação entre as técnicas de treino contra resistivo e a presença do volume de espaço morto supra traqueal.


O objetivo é de favorecer o reposicionamento, reorganização, fortalecimento, propriocepção, em vias aéreas superiores, com pouco uso por alterações de força e por desuso nas traqueostomias. Além disso, o incremento dos volumes e capacidade pulmonares, favorecendo a minimização das  obstrução, em várias patologias neurológicas, neuromusculares, apnéias do sono e muito mais.

Corpo Docente

Dra. Alessandra Dorça
Patenteadora da técnica

• Data prevista para realização: 02 e 03 de agosto de 2019

Programação

Bases fisiologicas e funcionais da técnica

– Fisiologia respiratória básica –  (volume corrente, volume de espaço morto, relação frequência respiratória e volume corrente, ventilação alveolar)
– Componentes elásticos e resistivos e suas relações com a diminuição do volume corrente e das alterações funcionais que podem influenciar nas estratégias da fonoaudiologia
– Resistência traqueal (por relação de baixo volume ou por acesso de peso?)
– Pico de fluxo (diferenças entre fluxo expiratório e pico de tosse) – porque avaliar? Quando diferenciar fraqueza do fechamento glótico ou perda da musculatura abdominal?
– Diminuição  do volume de espaço morto e suas alterações em regiões supra-traqueais 

Traqueostomias

– Como a traqueostomia influencia nas alterações respiratórias (um olhar sobre aas vias aéreas superiores)
– Desuso- como minimizar?
– Ausculta pulmonar de obstrução ( verificação das pressões de CUFF, como avaliar a alteração?)
– Desorganização sensorial pós traqueostomias

Conteúdo prático

– Terapias pressóricas com ambu – CIM, RPPI, Empilhamento
– Terapia pressórica com a VUP – avaliação da pressão e melhores indicações
– Técnica de apnéia pressurizada  – para que serve?
– Técnica de avaliação de força – pressão na deglutição
– Pressurização continua durante a deglutição
– Avaliação da relação componente elástico x geração de volume pulmonar- cirtometria

Perfil: Graduandos e Graduados em Fonoaudiologia

Valor da inscrição
R$ 0,00

Unidade Brasília

Quero Me inscrever agora!